As piores coisas que podem acontecer antes de fazer sexo

Como cada semana, tô eu, Alessandro Rampollo, chamado “o amo, senhor, erudito e experto da arte do sexo”, “o pau gostoso”, “o mestre do sexo”, para trazer a vocês minha experiência.

Justamente este é um dos capítulos de um livro que publiquei há alguns anos, nomeado: “Mais grossa do que larga, preceptos para construir uma rodovia” e trata sobre um tema que nos importa a todos por igual… O que é o pior que pode acontecer antes desse incrível e glorioso momento chamado transar? Aqui temos o “Top 10” das situações horrorosas, 5 para eles, e 5 para elas:

O que pode acontecer com eles

Ter uma fuga repentina e que de repente traga uma sorpresa marrom

Estar te cagando é uma situação de merda em qualquer momento, mas agir de idiota, esperar que teu par fique distraido um segundo (com a música, uma ligação, ou indo ao banheiro), para dar saída a esse gas que temos exprimiendo os nossos intestinos e chegue acompanhado de uma pintura marrom é o pior da vida. Você pode imaginar a ela baixando tua cueca para te faça o que ela melhor faz e de repente se encontre com um ovo kinder derretido na porta de atrás? Um horror, de só imaginar isso estraga a noite toda.

Esquecer as camisinhas

Tabacarias abertas a noite toda tem, mas achando que você se jogou a que a mulher em questão “se cuida” por sua própria conta. Você está longe de casa, no teu carro por exemplo, vai esquentando o ambiente, consegue o clima ideal, e quando chega o momento de estacionar o carro na garagem subterránea a mina te diz: “Você tá louco? Sem camisinha eu não faço nada”. Você desce, deixa o pinto na porta do carro e pede pra ela que feche com força.

Pombas inoportunas

Há quase um ano que você não vê a cara a Deus. Tem menos pegação que a maquina de pegar pelúcida. Essa noite, como cada noite, sai com poucas expectativas, acostumado a ser ignorado por todos lados. E de repente… com toda a sorte do mundo, cê pega uma incrível gata. Leva ela para o “escuro” e começa o aqueci do que acha, será a melhor transa de tua vida. Tem tudo, camisinhas, grana, carro, tempo. Beijo vá, beijo vem, a mina é incrível. De repente o roçamento passa a um nível dois e começa a te tocar com sapiência… Então desde teus tornozelos, passando pelas pernas, o cú,a cadeira, a coluna e concluindo no teu pescoço, sente umas cosquinhas formidáveis, como saindo desde o mais profundo do inframundo. Uma gozada leve se te escapa e abruptamente você tira a mão da mina, “vamos para outro lado?” te pergunta desejosa. Você fica duro, como se o mundo se derrumbase, uma mancha ruim começa a sair desde tuas calças. As pombas te cagaram a noite gozador precoz!

Ficar sem grana

Começa a noite com um  bom churrasco, vai perto de R$50 entre carne, cervejas, carbão e saladas. Saem a comprar mais cervejas no local de sempre. Outros R$30. Procuraram no face e encontraram uma boa festa numa balada. Bebâdo esqueceu de passar por um caixa eletrônico. Paga outros R$50 no ingresso. Lá dentro pega uma mina legal, convida um trago pra ela (R$20), ela gosta, você fica bem entusiasmado, quente e compra um champagne desses bem top (R$100). Vai para o banheiro e calcula e que já gastou R$250!! Não te importa nada. Se joga e fala pra ela de ir para outro lugar e ela aceita. Quando sobem no carro te liga que só tem R$10 e não tem nafta! Usa o cartão e diz que não tem mais saldo disponível, justo faltam R$5. Paga em dinheiro, e começa a dirigir para o parque e a mina te diz, “não a um parque não, vamos para um motel”. Prontoooo, se ferrou.

Comida explosiva

Você vem comendo mal há um tempo, então essa noite que vai sair com ela tenta de se cuidar. Sabe que depois do resto vem o sexo, então, com certeza essa é a noite. Chega o cardápio e pede alguma bobagem liviana, tipo vegetariano. De entrada trazem tipo um maionese com uns pãozinhos bem gostosos. Num ato de sedução a mina unta um pouco e te dá na boca, você come olhando ela e chupa seus dedos. Ela ama, te dá outro e mais. Uma meia hora depois te liga que o alho do maionese está a punto de explodir dentro do teu estómago. Começam as dores, vai para o banheiro e nada, se deforma a tua cara.. Se faz força acontece o do primeiro lugar. Essa noite você termina cagando sozinho e num estado terrível.

O que pode acontecer com elas

O mato grosso.

Você nunca imaginou que o garoto em questão ia ser tão legal, sexy, engraçado e gato. Uma saida que imaginou como um papo paupérrimo e chato, com um doido lindo, terminou aos beijos fogosos na metade do encontro. O cara é muito legal, você tá toda molhada, quente e se ele te suspirar, vai gozar toda. Então uma lembrança ruim e tormentosa chega e te congela o sangue… há três meses que não poda a grama! A vergonha te ataca, você comeria ele aí mesmo, mas o colchão de pelos que tem entre as pernas te proibe e te leva a dessistir. Se ferrou!

Maldito visitante!

São muito irregulares… aliás de estar mijada por um elefante com problemas intestinais. Você tá no meio de uma boa conversa com esse garoto que, horas mais tarde pretende ter entre as pernas, quando de repente, sente isso…  Como uma garrafa de champagne ao ponto de explodir, como um rio vermelho que começa a correr desde adentro, tua cara se torna da corta que sabe que vai ter a tua entreperna se não sai correndo para o banheiro. Corre pensando em que pode ser alguma outra coisa, mas sabe que não… Aos poucos que entrou baixa a calcinha e vê… A pequena machinha que te avisa que se não tampa os buracos vai se afogar o submarino. Pronto… dentro de uma semana falamos.

Sucursal do mercadão

Outra noite dessas que sai com a certeza de que não vai a dançar com outra pessoa que não sejam tuas amigas. Então aparece esse ser ruim, criado pelo mesmo diabo, tipo um Dorian Grey da balada. Com o simples fato de dançar e roçar ele, fica com os mamilos de ponta. Te convida tudo. Até te convida a ir com ele, você fala que sim obviamente, sem antes contar a tuas amigas e dar uma volta pelo banheiro pra ver se está tudo certo. Então é aí quando lembra que ficou dançando como uma louca a noite toda, com 80 graus de calor entre 900 pessoas por metro quadrado. O suor que que na tua pele dá beleza e juventude, na tua entreperna dá sabor a porto. Não tem como limpar, não tem agua, não tem papel… Porra de banheiro de balada! Fica inhiba ao ponto de inventar uma excusa e dizer não ao gato, o qual termina comendo a uma de tuas amigas no estacionamento.

O calção da vovó

Quem disse que ia se encontrar com esse amoroso crush no mercado?

Quem te avissou que ia ficar na mesma fila que você? A quem disseram que o cartão da senhora que estava adiante de você ia se trabar como meia hora? A situação é perfeita para bater papo, e perfeita para ser seduzida. Você está a pé e ele vai de carro. Seu olhar cúmplice te diz que antes de te levar para tua casa, vai passar pela casa dele. E tudo cai como um terremoto quando se lembra que tem a roupa interior de Disney tamanho elefante, cômoda como nenhuma outra, mas menos sexy que o Cunha bronzeado.

Jogando sinuca com uma corda

Você está demais, o cara é muito legal, tá feliz, estão ficando há duas horas, a noite vai perfeita, você está uma lady, ele um gato, te leva ao seu apê que é muito lindo, tudo vai perfeito, e até está sonhando com casamento e filhos, seguem os beijos, você fica pelada, tá charmosa, super confiada, tira a camisa dele, lindo corpo!… Até que baixa a calça dele. Não é pequena, tá morta. Tanto faz, você acha, isto vai se levantar. Ao pouco tempo não acontece nada, ele começa a se olhar o pinto. É teu momento de atuar. Começa com as mãos… nada. Passa ao segundo nível e procede a usar tua boa como nunca antes… é tipo comer uma massa fria… não acontece nada. Então é momento de começar com a artilharia pessada, começa a chupa e meter um dedo no local do fundo. O cara fica como louco e goza na tua boca… você ficou quente. Te baixa a líbido a níveis muito baixos. Você quer ir embora, tá pensado em ficar em casa comendo um sanduíche e assistindo BBB. Game over.

Escrito por…

WhatsAppShare

Opina

*